Naente

Escondia
na face,
uma felicidade,
tardia

Emulava
na rua,
a acidez
de palavras,
vazias

Encarava
a sede,
daqueles
que sentiam
prazer,
ao vê-lo
passar…

Encontrava
em todos
os tímpanos,
uma voz
mouca,
ao ouvido,
falar…

Paulo Alfuns

Publicado por Paulo Alfuns

Paulo por Paulo... emocional (às vezes), sexualmente transparente, nunca faço média, individualista (nunca egoísta), narcisista (?) talvez... 💋

8 comentários em “Naente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: