poema

Caiu do travesseiro…

Caí a chuva
verde no mar
Caem as pétalas
de cores rosas
que queriam
te alegrar…

Caí o grito
do assassino
em seu instinto
de morte
Caí a cilada
que comporta
seus sonhos
na realidade morta…

Caí as tristezas
e lágrimas,
que fizeram
você sorrir
Caí o véu
do abismo
que me separava
de ti…

Paulo Alfuns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s