Quando tudo desmoronar, só a essência permanecerá…

Enquanto
sinto o frio
chegar,
busco o cobertor
pra minha pele
esquentar
Enquanto
um outro amanhã
não vem,
me pego pensando
será que será
igual,
ao dia de ontem
também…
Enquanto
tudo se mostra
tão claro e sem
sentido,
também é preciso,
(me) lembrar,
que eu não tenho
que explicar,
já que nunca fui
o dono
do meu destino…

Paulo Alfuns