Poesia semi romântica

A jovem
correu para o rio,
foi buscar flores
para o seu sexo,
seu amor enfeitar…

Pena…
encantada a sonhar,
não viu uma pedra
da ladeira à deslizar…

Coitada,
atingida sem prever
no rio foi parar,
como não sabia nadar,
ali se deixou ficar…

foi encontrada a boiar
em seus lábios
o sorriso luminoso,
dos que partem, a sonhar…

Paulo Alfuns

*publicada originalmente em 10/07/2016 na ex página Curti poesia numa rede social…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: