Soy loco – mas no mucho…

Corro (de) muitos sonhos,
alguns vazios,
outros nem tanto
alguns com encanto
outros puro desenganos…

Corro o vento do tempo
Corro como o louco
que vai ao longe,
sem saber para onde…

Corro do mim mesmo
e, no dia que chegar
talvez me encontre…

Paulo Alfuns

* publicada originalmente no dia 06/12/2016 na minha ex página Curti poesia numa rede social…

Publicado por Paulo Alfuns

Paulo por Paulo... emocional (às vezes), sexualmente transparente, nunca faço média, individualista (nunca egoísta), narcisista (?) talvez... 💋

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: