Entre o ser e o ser…

Busco nas rimas, minha forma de me expressar Vou tateando aqui, e ali respirando as palavras certas, pra melhor calhar Numa poesia às vezes, toscas, às vezes fingida, vou mantendo minha linha, não, importando se é bem escrita… Seja, lá o que for, transparente ou obscura mostra, sem receio em meio a devaneios, um reflexo,Continuar lendo “Entre o ser e o ser…”

Coração

Encontrou seu coração, caído no chão, estava em volto em brumas, taças de vinho redenção Naquela hora não, gostaria de continuar mas, a força movia e, não podia parar… Procurando, não se enganar não deixava de se sentir satisfeito, por ainda, continuar a acreditar… Paulo Alfuns

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora