Luz de Outono

Vamos nadar no lago O velho lago, das emoções Vamos ver a noite infinita enquanto se aceleram nossos corações Vamos penetrar, no velho costume Venerar nossos antigos ancestrais Vamos sorrir pra lua e pedir para que nos livre das confusões Vamos nadar no lago E soltar as rédeas das emoções Vamos caminhar sobre as águasContinuar lendo “Luz de Outono”

Pensamentos (senti/mentais) sobre quem (ainda) busco, em (minha) insana obsessão, (sua em mim) louca perturbação

Não encontrou, o que procurava, Não viu, a quem buscava… Estava a procura, de quê, buscava a quem? Procurava o ser, o saber buscava o rever, a quem jamais deveria, porque era um amor um eterno amor, Que um dia o fez sofrer… Então por quê buscava? Buscava pelo prazer, de ver, de o fazerContinuar lendo “Pensamentos (senti/mentais) sobre quem (ainda) busco, em (minha) insana obsessão, (sua em mim) louca perturbação”